2018 por SWEET RECORDS. Todos os direitos reservados. @Jorge Goes

Este é o terceiro trabalho discográfico de Jorge Goes, este dedicado ao Fado e ao seu pai João Goes, um amante do FADO. Disco gravado entre Maio e Setembro de 2017, produzido pelo seu amigo Carlos Menezes, com a participação também dos músicos e amigos, Domingos Galésio na viola, Bruno Chaveiro na guitarra portuguesa e Carlos Menezes no baixo e adufe.Como cantor vem neste trabalho dar a conhecer o seu registo no Fado. Poderão ouvir treze temas, dois deles completamente inéditos, com músicas e letras originais, dois fados tradicionais com novas letras inéditas, um tema popular com letra original dedicada a Elvas, seis fados conhecidos e dois temas em espanhol numa fusão ibérica para dedicar aos amigos de Espanha.

Dos temas em destaque deste álbum são sem sombra de dúvidas os Fados originais e as versões de dois temas em espanhol, em primeiro destacar o single do disco com o mesmo titulo do Cd ”Fado novo Fado velho”, tema da autoria de Jorge Goes, letra e musica, também  o tema “Elvas Boémia” pelo seu cariz popular com a batida do adufe, com letra de João Ficalho/Jorge Goes, adaptado por Jorge à musica popular, em destaque e um dos melhores temas do disco para Jorge Goes “Outro Alentejo”, Fado com letra do reconhecido poeta popular Francisco Rasquilha e musica de Jorge Goes, não menos popular e que com certeza será um dos temas que mais vais elevar o nome de Jorge Goes será o tema “Família Bastinhas”, com letra também de Francisco Rasquilha, adaptado à musica do Fado Corrido e magistralmente cantado pelo Jorge, que retrata na perfeição a afamada família de toureiros de Elvas, outro dos temas com letra original  “Corpo de vento”, poema de Joaquim Alhinho, inspirado num cavalo com o nome de  “Imperador”, frisar os temas em espanhol “Maria la portuguesa” e “Piensa en mi”, são temas que Jorge Goes canta já nos seus concertos, aqui no disco com arranjos fantásticos de todos os músicos e que com certeza vão abrir caminhos importantes ao Jorge Goes nas terras de Espanha.

A escolha dos temas não foi muito difícil pois já tinha este projeto em gaveta desde 2013, todos eles da sua forma lhe dizem algo, cada um no seu estilo e contando uma história na qual de certa forma se identifica.

 

O que levou Jorge Goes a gravar este novo disco, foi de certa maneira o voltar às origens do ”Fado” onde tudo começou em 1993, dar a conhecer os seus temas, os poemas dos seus amigos e mostrar que está na música como gosta, descontraído e crescendo como cantor ao longo dos anos.

Para Jorge Goes apresentar este disco em todo o mundo será um desafio pois a musica como veículo de transporte de mensagens, melodias e sentimentos faz parte de todos nós e ninguém deve ficar privado de uma das coisas mais belas existentes no mundo “MUSICA”

Disco com apresentação nacional dia 3 de Março de 2018 na Casa do Alentejo, antes três concertos de pré apresentação, Elvas dia 20 Janeiro, Badajoz dia 26 de Janeiro e Olivença dia 2 de Fevereiro.

Nos concertos a apresentar por Jorge Goes, este convidará uma amiga reconhecida cantora do panorama musical e uma bailarina de flamenco que dança em quatro temas do concerto, fazendo a perfeita fusão entre o Fado e o Flamenco, transformando os concertos do “Fado novo Fado velho” numa referência ibérica.

Este es mi tercer trabajo discográfico, está dedicado al Fado y a mi padre João Goes.

Como cantante vengo con este trabajo a dar a conocer mi registro más cercano al Fado. Espero que les guste, pues mis primeros pasos en público fueron cantando Fado.

El disco fue grabado entre Mayo y Septiembre de 2017, producido por Carlos Menezes, reconocido bajista portugués, con Bruno Chaveiro a la guitarra Portuguesa, Domingos Galésio a la guitarra clásica y Carlos Menezes al bajo.

Lo que me llevó a hacer este nuevo disco, fue en cierto modo volver a mis orígenes donde todo empezó en 1993, dar a conocer mis temas, los poemas de mis amigos y mostrarme a mí mismo estando en la música como me gusta, creciendo al lo  largo de los años.

De los trece temas del disco, dos son completamente nuevos y originales, música y letra, dos fados tradicionales con poemas originales, un tema popular con el poema  original dedicado a la ciudad de Elvas, seis temas conocidos del Fado y dos temas en español, una fusión ibérica para dedicar a los amigos de España.